MIGUEL PROENÇA

Pianista

 

Miguel Proença é um artista Steinway e figura no “Wall of Fame“ da Steinway&Sons em Hamburgo, Alemanha, juntamente com os maiores pianistas de todos os tempos.

 

 

“Muito a admirar na interpretação dos Prelúdios de Chopin. A sonoridade de Miguel Proença tem vida...” Daily Telegraph (Londres)

 

Domínio técnico e belíssima sonoridade...” H. Schonberg (New York Times)

 

Um poeta ao piano...” Jornal do Brasil (Rio de Janeiro)

 

“...Um verdadeiro banho de música.”

Luiz Paulo Horta – O Globo (Rio de Janeiro) 23/05/2005

 

 

 

Miguel Proença é um artista de renome internacional, em permanente evidência no meio musical brasileiro e internacional; eloquentemente saudado pelo público e pela crítica nos seus 52 anos de carreira.

 

Atualmente, Miguel Proença é diretor da Sala Cecília Meireles, no Rio de Janeiro.

 

Natural de Quarai, Rio Grande do Sul, e radicado no Rio de Janeiro, Miguel Proença já atuou em todos os Estados brasileiros e diversos países da Europa, Ásia e Américas, como camerista e solista. Como camerista fez duos com Salvatore Accardo, Jean-Pierre Rampal, Leonard Rose, Paul Tortelier, Maria Lúcia Godoy, Arto Noras, Janos Starker, entre outros.

Possui mais de 30 gravações de autores eruditos brasileiros, em um trabalho de pesquisa e manutenção de obra artística além de gravações de CDs de repertório internacional pelo Selo Vox Classics, Alemanha, com Sonatas de Schubert e Chopin e pelo Selo M.A Music International, o CD Brazilian Impressions.

 

Recebeu a Comenda Ordem do Rio Branco, o prêmio Líderes e Vencedores, da Assembléia Legislativa do RS, Destaque Gaúcho, conferido pelo Programa Destaque Gaúcho e Cidadão Honorário do Rio de Janeiro, entre outros prêmios.

 Exerceu cargos de Diretor da Sala Cecília Meireles, Diretor da Escola de Música Villa-Lobos e Secretário Municipal de Cultura do Rio de Janeiro, entre 1983 e 1988.

 

Foi diretor artístico do Teatro do SESI-RS, durante dez anos.

 

Doutor em Música pela Escola Superior de Música de Hannover, fez parte do corpo docente do Instituto de Artes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ.

 

Exerceu de 1997 a 2002, o cargo de professor convidado da Universidade de Música de Karlsruhe, Alemanha.

 

 

Em abril de 2005 lançou a coletânea “Piano Brasileiro” pela gravadora Biscoito Fino, inaugurando o Selo Biscoito Clássico. que ganhou o prêmio da UNESCO “Patrimônio da Música Brasileira”. Nesta coletânea, Miguel Proença reúne toda sua produção fonográfica de mais de 30 anos de pesquisa. Neste mesmo ano, Miguel Proença percorreu treze cidades brasileiras divulgando este trabalho em sua turnê “Piano Brasil”.

 

Em 2006, juntamente com a atriz e cantora Bibi Ferreira, lançou o disco “Tango”, pelo Selo Biscoito Fino, escolhido como “Melhor Disco de Língua Estrangeira”, no Prêmio TIM de Música Brasileira. Recebeu o Prêmio Líderes e

 

Em 2007, a turnê “Piano Brasil” realiza na sua terceira edição percorrendo vinte cidades brasileiras.

 

Em 2008, Miguel Proença realizou a quarta edição da turnê “Piano Brasil”, percorrendo vinte e cinco cidades no Brasil e a turnê internacional, Piano Brazil in the World, iniciada com uma apresentação no Carnegie Hall, em New York além da participação em diversos Festivais na Itália, França, Espanha, Macedônia.

 

Em 2009 a aclamada turnê “Piano Brasil” está na quinta edição privilegiando mais vinte cidades brasileiras, além de master classes e Festivais na Europa.

 

Em 2010 a turnê “Piano Brasil” entra em sua sexta e última edição realizando mais vinte recitais em todo o Brasil.

 

 

Em 2011 participa da turnê “Alô Clássicos!” percorrendo cidades do interior do estado do RJ realizando recitais comentados.

 

 

 

No ano de 2012, iniciou a turnê “Piano Itinerante”, com patrocínio de Eletrobras Furnas, passando por seis cidades brasileiras. Neste ano, lançou o cd triplo Pianíssimo, em comemoração aos seus 50 anos de carreira, que reúne as principais gravações do vasto repertório internacional de Miguel Proença. Ainda em 2012, Miguel Proença, a convite da Presidência da República participou como convidado especial da entrega das insígnias da Ordem do Mérito Cultural.

 

 

 

 

 

 

 

                   

 

 

 

 

“Miguel Proença ama seu piano e transfere esse sentimento ao seu público, com toda simplicidade...Ele, literalmente capturou o público do Teatro Toursky...um grande instrumentista” (La Marseillaise, Marseille – França 07/12/2006)

 

“Espírito Abençoado - Já os primeiros tons, quentes e macios, veladamente sensuais, soavam como vindos de um outro mundo, jorrando melancolicamente e do qual os ouvintes não conseguiam se afastar: Miguel Proença entra no palco do UNI-Festival senta-se ao Steinway, sério e concentrado em si mesmo e arrebata os ouvintes logo no primeiro momento” (Tübingen, Alemanha – 26/10/2006)

 

 

Em 2015, retornou com a Turnê Piano Brasil VII,com patrocínio  do BNDES e Caixa Econômica Federal e realização do Ministério da Cultura e Governo Federal.

O projeto, consolidado como uma das principais iniciativas da música erudita brasileira dos últimos anos, e esteve em 150 cidades brasileiras.
No mesmo ano, Miguel Proença foi diretor artístico e orientador do “Núcleo de Excelência Pianística” a convite da FAMES (Faculdade de Música do Espírito Santo).

Em 2016, realizou a turnê Piano Brasil VIII, com patrocínio do BNDES.

 

 

www.miguelproenca.com.br    |    miguelproenca@oi.com.br

 

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCaT6_cpMhP_EhF4kPS3eopg